PCC3-2017
Plataforma P2P

Conectar múltiplos consumidores através da plataforma P2P

Proposto por

A Portugal Fintech é uma associação sem fins lucrativos focada em tecnologia financeira. Existe uma forte tendência de desenvolvimento tecnológico e digital, incluindo no sector financeiro. Neste sentido, a missão da associação é criar melhores condições de desenvolvimento de startups de Fintech, Insurtech e Cybersecurity em Portugal. Acreditamos que  a cooperação entre entidades pertencendo  a este ecossistema é a chave para o desenvolvimento para criar sinergias entre os diferentes players.

Logo Portugal Fintech

Descrição

Este desafio centra-se em oferecer aos consumidores finais a possibilidade de enviar/pedir dinheiro e dividir contas. Não é limitado a soluções de pagamento mobile para vários comerciantes e obtenção de financiamento ou soluções de pagamento integradas nas lojas online ou aplicações dos comerciantes.

Dados

A PSD2 Sandbox da Open Bank Project PSD2 sandbox demonstra uma solução API à luz da PSD2. A API providencia uma forma segura que permite titulares de contas bancárias aceder às suas informações  e serviços bancários via aplicativos de terceiros   aprovados, tendo o consentimento do banco e do titular de conta. Use esta Sandbox para explorar o catálogo da API da PSD2, teste um exemplo de API nesta aplicação e registe-se com uma pass de developer para poder desenvolver as suas próprias aplicações.

Logo Open Bank Project

Consequências Expectáveis

A plataforma PSP baseada no desafio da PSD2 deverá demonstrar as capacidades e benefícios de uma plaforma P2P compatível com a nova directiva. Alguns resultados esperados deste desafio são:

  • Pedir/Enviar/Receber Dinheiro;
  • Dividir contas;
  • Pagar facturas;
  • Troca entre vários cartões de pagamento enquanto se realiza compras.

Impacto Expectável

Este desafio providencia uma oportunidade para demonstrar soluções inovadoras na área de P2P baseados em PSD2, tais como:

  • Soluções Complementares para soluções de micro pagamentos já existentes;
  • Alternativas inovadores para plataformas internacionais de P2P;
  • Aumento da notoriedade da tecnologia P2P no panorama financeiro.